fbpx

notícias

Saúde mental de bancários é tema de seminário na quinta-feira (4)

30/11/1999
Foto Divulgação
Foto Divulgação
A A


A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público promove um seminário nesta quinta-feira (4) sobre o preço da saúde mental no trabalho bancário. “Os impactos da reestruturação econômica e tecnológica na saúde e qualidade de vida do bancário têm sido foco de estudos em diversas áreas como a psicologia, a sociologia e o direito nos últimos 15 anos”, afirma a deputada Erika Kokay (PT-DF), que pediu a realização do evento.

Segundo Érika Kokay, a questão da saúde mental tem chamado a atenção nos últimos anos em função do aumento significativo do número de casos de adoecimento mental registrados pelo Instituto Nacional do Seguro Social. “Por trás desse aumento identificam-se não fatores individuais isolados, mas um fenômeno social que nos convida a questionar a organização do trabalho e os atuais modelos de gestão”, avalia a parlamentar.

“Três situações especificamente no caso dos trabalhadores bancários nos instigam: o assédio moral como patologia da organização do trabalho, o sofrimento ético e a indignidade como frutos desse modelo e as patologias que surgem frente a esses constrangimentos.”

Foram convidados para participar do seminário, representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Confederação Nacional Trabalhadores Ramo Financeiro (Contraf), da Federação dos Trabalhadores em Empresa de Crédito (Fetec) e do Sindicato dos Empregados dos Estabelecimentos Bancários e do Ramo Financeiro (SEEBB), professores da Universidade de Brasília e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O seminário será realizado no plenário 12 e terá início às 10 horas.

Confira a programação completa do evento.

compartilhe