fbpx

notícias

Erika Kokay defende a federalização do crime contra Marcelo Arruda

14/7/2022
A A

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) entrou com uma solicitação junto à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal (CDHM) para que o colegiado requeira à Procuradoria-Geral da República (PGR) a federalização  do inquérito policial destinado a apurar a motivação e circunstância do assassinato do militante petista Marcelo Arruda, ocorrido em Foz do Iguaçu, no Paraná, no último domingo, 10 de julho.

“O assassinato de Marcelo Arruda foi um crime político que teve o objetivo de eliminar pelas armas aquelas e aqueles que apoiam a candidatura de Lula à presidência da República. A natureza política do crime em apreço atrai a competência da polícia federal para conduzir a sua apuração, razão pela qual a federalização do inquérito policial torna-se imprescindível”, justifica a parlamentar.

compartilhe