fbpx

notícias

Câmara cria Comissão Externa para acompanhar violações de direitos dos Yanomami

5/5/2022
A A

Por iniciativa das deputadas federais Joênia Wapichana (Rede-RR) e Erika Kokay (PT-DF), a Câmara Federal vai criar uma Comissão Externa para acompanhar violação de direitos dos povos indígenas Yanomami, em especial de crianças e mulheres. O requerimento de autoria das parlamentares foi aprovado, nesta quinta-feira (5), pelo Plenário. O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), irá criar a comissão externa e indicar os membros.


As deputadas justificaram a urgência da Comissão Externa. “É gravíssima a escalada de violência contra o povo Yanomami, como noticiado para toda a sociedade brasileira na grande mídia, principalmente nos fatos recentes, ocorrido na comunidade Aracaçá, região de Waikás, no estado de Roraima, decorrente de abuso sexual seguido de morte, de uma menina Yanomami de 12 anos e o desaparecimento de seu irmão de 3 anos, que caiu no Rio Uraricoera no momento em que sua mãe tentava salvar a menina de 12 anos da violência dos garimpeiros”, dizem as parlamentares.

“Este fato causou clamor e repercussão nacional, para tanto, é importante que esta Comissão se debruce e proponha medidas e ações no sentido da criação de Grupo de Trabalho para acompanhar a situação do povo Yanomami. A Terra Indígena Yanomami é considerada a maior terra indígena, habitada pela maior população indígena do país. É assolada pela atuação continuada de garimpos ilegais que envolvem milhares de garimpeiros”, completam Wapichana e Kokay.

“Diante de toda essa escalada de violência, a Câmara dos Deputados tem o dever de monitorar como estão sendo desenvolvidas as ações governamentais para esses povos, para tanto, solicitamos a criação da Comissão Externa para acompanhar a situação dos povos indígenas Yanomami, principalmente da região de Waikás, na Terra Indígena Yanomami”, ressaltam. 

compartilhe