Noticias

Erika Kokay defende priorização da categoria bancária na imunização contra Covid-19

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) ocupou a tribuna da Câmara, nesta quarta-feira (9), para cobrar a priorização de bancários e bancárias na vacinação contra Covid-19. 

 

"A categoria bancária está lidando todos os dias com a exposição à Covid-19. Considerada essencial, está todos os dias nas agências atendendo a população brasileira em todos os lugares deste imenso Brasil. A categoria bancária está sendo vítima de uma não priorização no plano de imunização. A categoria precisa ser imunizada, precisa estar entre as prioridades para que possa exercer sua função com segurança”, defendeu a parlamentar. 

 

“Nós aprovamos aqui o auxílio emergencial, que nós queremos que seja de R$ 600, e quem paga esse auxílio são bancários e bancárias das agências da Caixa. Quero deixar bastante clara a minha posição para que a categoria bancária seja incluída enquanto prioridade no processo de imunização. Estamos falando de um país que tem quase 480 mil pessoas que foram emborae que tem um nível de vacinação de duas doses de apenas 11%. Cinco meses do plano de imunização e apenas 11% da população vacinada com duas doses”, criticou. 

 

Erika disse, ainda, que as investigações da CPI da Covid tem apontado que o governo Bolsonaro agiu de forma deliberada para disseminar o vírus. “Essa atitude do governo se expressa de várias formas, na negação das vacinas, que poderiam ser contratadas com bastante antecedência, na negação da própria gravidade da Covid”, disse a parlamentar. 

 

Erika tem se reunido com sindicatos e representantes da categoria para discutir estratégias que possam incluir a categoria bancária no grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização (PNI).

Confira o pronunciamento da parlamentar: