Noticias

Privatização da CEB avança

Acionistas aprovaram na terça-feira (13), em Assembleia Geral Extraordinária, a privatização da CEB-Distribuição por um valor de aproximadamente R$ 1,4 bilhão.

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) afirmou que haverá resistência contra a iniciativa do governo Ibaneis. “Vamos agir de todas as formas para impedir que a privatização da CEB se concretize. Estamos organizando ações na justiça e mobilizações de rua e nas redes sociais para impedir esse crime contra o povo do Distrito Federal”, afirmou a parlamentar.

A parlamentar comemorou posição do Ministério Público de Contas contra a privatização da CEB sem o aval do legislativo. “Nós estamos defendendo que o processo de privatização sem autorização da Câmara Legislativa é completamente ilegal. A decisão do MP de Contas fortalece esse entendimento. É um absurdo Ibaneis querer privatizar a empresa atropelando o legislativo e sem debate mais amplo com a sociedade. Nós não vamos permitir”, avisou Kokay.

#EuDefendoACEBPública

Em vídeo publicado nas redes sociais, a parlamentar lançou, em suas redes sociais, a campanha #EuDefendoACEBPública e criticou duramente o governador Ibaneis por mentir para o povo do Distrito Federal.

“Durante a campanha eleitoral, Ibaneis disse que iria defender e fortalecer as empresas públicas. Se comprometeu em fortalecer a CEB. Ibaneis se elegeu com um programa e governa com outro. Está mais preocupado em angariar recursos para a sua reeleição em 2022”, disparou Kokay.

A parlamentar disse que Ibaneis quer privatizar uma empresa que é fundamental para o desenvolvimento econômico e social do DF. “Estamos falando de uma empresa premiada, rentável e sólida, que Ibaneis quer vender por um valor irrisório”, completou a deputada. “A CEB não é propriedade do senhor Ibaneis. A CEB é do povo do Distrito Federal”, lembrou.

Confira o vídeo da assembléia dos trabalhadores e das trabalhadoras da CEB: