Noticias

Erika Kokay participa de Jornada em Defesa da Vida, da Amazônia e dos Servidores Ambientais

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) participou intensamente da Jornada em Defesa da Vida, da Amazônia e do Servidores Ambientais, realizada nos dias 04 e 05 de setembro, em alusão ao Dia da Amazônia. 

A parlamentar defende que o ataques do governo Bolsonaro aos servidores ambientais é também um ataque ao meio ambiente e à soberania nacional. 

“Nunca tivemos tantos ataques às áreas de preservação, às terras indígenas, para possibilitar ações ilegais de madeireiros, garimpeiros e grileiros. Nós estamos vivenciando um governo que é ventríloquo do latifúndio e de práticas predatórias. Não se trata de um governo que não prioriza o meio ambiente, mas de um governo antiambiental, inimigo do meio ambiente, da legislação ambiental, da vida, dos biomas e dos servidores”, afirma a deputada Erika. 

 

A Jornada

 

Na sexta-feira (4/9), parlamentares e servidores ambientais denunciaram, em coletiva de imprensa, os desmontes da política ambiental promovidos por Bolsonaro e Salles. Um dossiê organizado pela Associação Nacional dos Servidores do Meio Ambiente (Ascema) destacou os ataques constantes aos órgãos ambientais, censura, perseguição, intimidação e cerceamento da ação dos servidores da área ambiental, o que tem resultado em aumento do desmatamento, das queimadas e destruição de biomas como a Amazônia. O documento será submetido ao Congresso Nacional e a organizações internacionais, entre elas, a ONU, para pressionar por mudanças na atuação do governo federal. 

 

No sábado (5/9), Erika Kokay e servidores protestaram contra Bolsonaro e Salles na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Os manifestantes exibiram faixas contra o governo federal em frente ao Palácio do Planalto e repercutiram a campanha #AmazoniaouBolsonaro e gritaram palavras de ordem “Amazônia Fica, Bolsonaro Sai”. 

A parlamentar também participou do Twittaço #AmazoniaouBolsonaro e publicou a seguinte crítica na rede social: “Salles é um ruralista e criminoso ambiental infiltrado no Ministério do Meio Ambiente para destruir a política socioambiental brasileira”. 

Por fim, a deputada esteve presente no Grande Ato virtual em Defesa da Vida, da Amazônia e dos Servidores Ambientais. O Ato, que teve duração de mais de três horas, reuniu parlamentares, artistas, ambientalistas, e ex-ministras do Meio Ambiente como Marina Silva e Izabella Teixeira.